fbpx
logo-redfox-digital
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
transformação digital na saúde

Transformação digital na Saúde: saiba como funciona

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

De fato, realizar a transformação digital na Saúde já é uma preocupação dos gestores da área, seja em consultórios, clínicas, medicina diagnóstica ou hospitais.

A Royal Philips, líder global de tecnologia em saúde, em seu relatório Future Health Index (FHI) 2021 Brasil, aponta que:

Saúde digital
fonte: Philips

E, segundo a empresa de consultoria, Deloitte, a tendência para os próximos anos é a:

transformação digital na saúde
Fonte: Deloitte

Então, esse movimento no setor não é um modismo. A transformação digital é um avanço importante para o setor e torna-se fundamental que as instituições de saúde acompanhem essa mudança.

Porque, isso garantirá a sua relevância nos próximos anos, a diminuição de custos, otimização dos seus processos e melhora na qualidade do serviço prestado ao paciente.

Por isso, se você quer garantir a sobrevivência da sua instituição de saúde e tornar o seu negócio próspero, então a transformação digital também é uma pauta extremamente importante para você.

Fique com a gente, pois neste artigo você descobrirá:

  1. O que é transformação digital na Saúde?
  2. Benefícios da transformação digital na Saúde
  3. Desafios da transformação digital na Saúde
  4. Como preparar a sua empresa para a transformação digital na Saúde
  5. Principais impactos da transformação digital na Saúde
  6. Como as novas tecnologias digitais impactam a área da Saúde
  7. Está pronto para realizar a transformação digital na saúde?

O que é transformação digital na Saúde?

A transformação digital, no contexto corporativo, é uma estratégia de mudança da estrutura organizacional e do mindset dos stakeholders que migra do analógico para o digital, orientada pela evolução das tecnologias digitais.

Ou seja, com a evolução da tecnologia, mudamos também nosso jeito de pensar, agir e interagir com o mundo à nossa volta. Pois, os nossos hábitos de trabalho e consumo afetam as organizações de todos os tamanhos e segmentos, exigindo que elas se adaptem para se adequarem às demandas atuais do mercado.

Entretanto, não confunda digitalização com transformação digital, tudo bem? A digitalização trata-se de um processo de implementação de novas tecnologias, migrando sistemas e processos analógicos para o digital.

Enquanto a transformação digital faz a digitalização das empresas e altera profundamente o modus operandi do negócio. Pois, o seu objetivo é repensar o mindset e a estrutura do business para encontrar novas soluções, apoiando-se nas tecnologias modernas.

Por isso, a transformação digital na saúde é essencial, porque os pacientes que chegam às instituições de saúde atualmente, buscam por soluções mais ágeis e digitais para os seus problemas e querem ter participação ativa em seu tratamento médico.

Muito diferente da época em que os médicos eram os únicos que detinham o conhecimento em relação à saúde e tomavam as decisões pelos pacientes, não é mesmo?

Portanto, a transformação digital na saúde é uma jornada de mudança organizacional, que abrange desde o modelo de negócio, à forma como o corpo clínico interage com os pacientes. 

Sem dúvida, é uma mudança necessária tanto de processos e estratégias, quanto de cultura organizacional e mindset.

Benefícios da transformação digital na Saúde

Saúde digital

No Brasil, muitos pacientes sofrem com os atendimentos precários, falta de planejamento dos hospitais e carência de medicamentos e aparelhos. 

O papel da transformação digital nesse cenário é levar ferramentas, processos e o mindset digital para o dia a dia da prática médica, visando solucionar esses e outros entraves à prestação de cuidados, promovendo a evolução da qualidade dos serviços, de modo a influenciar todos os setores das instituições de saúde.

Sendo assim, a transformação digital na área da saúde traz uma série de benefícios para clínicas, hospitais, pharma e operadoras de saúde. 

Dentre eles, podemos citar: maior transparência dos processos, redução de custos e melhora no compliance, criação de uma jornada mais eficiente e cômoda para os pacientes, resultando no aumento do engajamento e da fidelização.

Leia também: 5 dicas para melhorar a experiência do paciente

Veja a seguir outros benefícios igualmente importantes da transformação digital na saúde.

Automação de processos repetitivos

A princípio, como vimos, a transformação digital também envolve a adoção de novas tecnologias digitais, como a automação de processos manuais e burocráticos

Os benefícios dos processos automatizados são muitos, alguns deles são maiores facilidades de visualização dos processos, mais transparência para a administração, diminuição dos erros humanos e economia de tempo.

Redução de Custos

Outro benefício da transformação digital na saúde é a redução de custos, sobretudo, custos operacionais e gastos ocasionados por erros como glosas médicas. 

Com efeito, automatizar os processos da instituição é uma excelente forma de:

  • Diminuir as glosas médicas
  • Organizar a gestão de escalas
  • Organizar as agendas médicas
  • Ter maior controle do estoque
  • E da jornada do paciente.

Assim, as consequências imediatas serão: maior agilidade, produtividade e, novamente, menor incidência de erros.

Então, para começar, realize um mapeamento de todos os seus processos e inicie a automação primeiro daqueles processos que são mais problemáticos. Isto é, que mais impactam a instituição, como finanças, tempo e people.

Engajamento dos pacientes

Nós vimos que o foco da transformação digital na saúde é mais que apenas implementar tecnologias, isso é digitalização, a transformação digital vai muito além e busca repensar também a jornada do paciente.

Dessa forma, ao realizar a transformação do seu business, é necessário redesenhar a jornada do paciente, para oferecer um serviço mais conveniente, acessível, com menos erros e mais ágil.

Leia também: Jornada digital do paciente: do que se trata? Saiba mais

A revisão e a automação dos processos contribui para que a jornada do paciente seja mais fluida, solucione dores específicas da sua jornada, evitando desperdício de tempo e dinheiro. 

Dessa forma, essa mudança possibilita que seus pacientes se engajem mais com os serviços prestados pela sua instituição de saúde.

Além disso, a adoção das tecnologias digitais como wearable devices ou uso da telemedicina também facilitam o acesso à saúde

Por fim, tenha como regra: na era digital, os serviços de saúde devem migrar para onde os seus pacientes estão, e não o contrário, capitti?

Desafios da transformação digital na Saúde

transformação digital

Embora haja muitas vantagens em adotar a saúde digital, ainda há desafios para que a transformação digital na saúde seja uma realidade.

A resistência cultural dos profissionais da saúde e dos próprios pacientes, a segurança dos dados e a dificuldade de justificar o investimento nesta transformação, são algumas das barreiras que o setor enfrenta atualmente. Mas, existem outras 3 dificuldades que iremos citar agora, acompanhe.

Resistência à mudança

A resistência à mudança é uma das principais causas que barra a adoção das tecnologias digitais na saúde. 

Porque não só as grandes universidades de medicina do país ainda possuem mentalidade analógica, como também as intuições de saúde, públicas ou privadas, ainda se mostram conservadoras e céticas em relação à tecnologia no setor.

Então, para enfrentar tais resistências, é preciso haver uma mudança de mindset dos profissionais e estudantes da área da saúde. E os gestores de saúde precisam estar alinhados com as discussões sobre as iniciativas de inovação na saúde e devem agir como embaixadores da mudança em suas instituições.

Segurança de dados

De fato, uma das maiores preocupações em relação à adoção das tecnologias digitais na área da saúde é o risco do vazamento de dados sensíveis do setor.

Certamente, essa é uma preocupação super válida. Afinal, garantir a segurança das informações sobre a saúde dos pacientes é um dever ético dos profissionais de saúde. Além disso, quando nas mãos de pessoas mal intencionadas, informações vazadas podem servir como base para fraudes e golpes.

Então, para minimizar os riscos, o ideal é buscar por soluções tecnológicas desenvolvidas especialmente para a área médica, em vez de optar por alternativas adaptadas que não garantem a segurança e privacidade das informações trocadas.

Interoperabilidade

É comum as instituições de saúde, ao iniciarem a transformação digital, terem uma série de sistemas legados que precisam ser integrados aos novos sistemas. 

A interoperabilidade é um conceito que expressa a capacidade de sistemas diferentes operarem juntos, trocando informações entre si de forma eficiente. 

Portanto, imagine os benefícios para os pacientes e os médicos de um sistema de informações que abrange sistemas públicos e privados por todo o país. 

Sem dúvida, seria um passo importante para a entrega de um serviço de saúde verdadeiramente universal, integrado e focado na prevenção. 

Como preparar a sua empresa para a transformação digital na Saúde

Se você quer iniciar a transformação digital na sua instituição de saúde, mas ainda tem dúvidas sobre como conseguir o apoio da sua equipe para realizar essa mudança, confira a seguir 2 dicas importantes.

Cultura e Pessoas

Primeiramente, elimine a ideia de que é possível realizar a transformação digital na saúde rapidamente. Porque a transformação exige mudança de cultura e mindset, e isso pode demorar meses para acontecer.

Entretanto, se o seu objetivo é acelerar essa mudança, o que você pode fazer nesse caso, é buscar o apoio dos gestores da instituição e das áreas de negócios como RH, TI e Comunicação. Assim, juntos vocês conseguem dar um enfoque maior nas estratégias de transformação digital no setor.

Além disso, mudar a cultura e o mindset dos profissionais não é uma tarefa simples. Mas, é totalmente possível e você pode começar focando na conscientização acerca dos benefícios e da necessidade de mudança para que a instituição e os profissionais envolvidos continuem evoluindo. 

Leia também: Qual a importância das pessoas na Cultura de Inovação?

E, garanta que todas as dúvidas sejam solucionadas e que os colaboradores, sejam eles de qualquer departamento, sintam-se acolhidos e valorizados.

Estratégia e Processos

Além de transformar a cultura e o mindset das pessoas no seu negócio, outro ponto de extrema importância para dar início à transformação digital na saúde, é a revisão minuciosa dos processos e os desafios de maior impacto para a sua instituição. 

Então, procure entender onde estão os gargalos e quais são as maiores urgências. Porém, não tente resolver todos os problemas de uma vez, selecione até 3 desafios e concentre-se em solucioná-los primeiro. 

Certamente, essa fragmentação dos desafios trará melhores resultados, do que tentar resolver todos de uma vez. Dê pequenos passos e ao longo do tempo parecerão passos de gigantes!

Uma ótima forma de mapear e reestruturar os processos e encontrar possíveis gargalos é através da metodologia design thinking, já ouviu falar? O Design Thinking, quando aplicado à saúde, ajuda na compreensão das dores do seu negócio e lhe dá insights para criar soluções com agilidade e eficiência.

Principais impactos da transformação digital na Saúde

tecnologia

A transformação digital na saúde promove mudanças que podem ser facilmente percebidas por todas as partes. A saúde digital é benéfica para os profissionais da saúde, pacientes e familiares e as intuições.

Mas, como cada um sente os impactos desta transformação? Continue a leitura para descobrir.

Profissionais de saúde

Os médicos, enfermeiros e demais profissionais de saúde, sentem facilmente essa mudança em suas rotinas.

Porque a disponibilidade de tecnologias adequadas complementam, dão suporte e substituem processos repetitivos, trazendo mais agilidade e eficiência para os processos da instituição. 

E permite que os profissionais da saúde disponham de mais tempo, que pode ser usado para dar mais atenção aos pacientes, e menos atenção às atividades burocráticas.

Assim, ferramentas de automação como prontuários, agendas e prescrições eletrônicas também facilitam a rotina dos profissionais da saúde, evitando atrasos, faltas, erros e facilidade no acesso às informações do paciente.

Pacientes e familiares

No caso dos pacientes e seus familiares, as mudanças refletem na qualidade do serviço prestado.

Pois, um serviço de saúde digital muito bem organizado apresenta menos falhas e erros, tem filas menores e menos atrasos nas consultas. E trazem também uma comunicação transparente e mais atual, falando a linguagem do digital que a maioria da população já está habituada.

Então, ligar para fazer agendamentos? Para quê? Sendo que atualmente é possível fazer pelo site ou aplicativo em poucos cliques.

E serviços complementares de telemedicina e acompanhamento remoto, é possível? Claro que sim, já temos inúmeros cases onde a aplicação da telemedicina trouxe diversos benefícios, leia mais neste artigo.

A imaginação é o limite e as inovações tecnológicas são o caminho para disruptar o setor da saúde, e tornar o atendimento mais eficiente e conveniente para os pacientes.

Instituições de saúde

Para as instituições de saúde os impactos são bastante concretos. Além do aumento da satisfação e produtividade do corpo clínico e da melhora na jornada dos pacientes, há ainda redução de custos e consequente aumento da receita.

Uma pesquisa realizada pela Canada Health Infoway, em 2015, estimou que se os canadenses pudessem realizar consultas remotas, acessar os resultados dos exames e solicitar a renovação das prescrições online, haveria uma economia de 18,8 milhões de horas de trabalho dos profissionais de saúde ao ano. E, 47 milhões de visitas presenciais seriam evitadas.

Além disso, a telessaúde ajudou a reduzir custos para o sistema de saúde e seus pacientes, chegando a render, em 2010, uma economia de $125 milhões. Os registros médicos eletrônicos, ao evitar uma série de erros e problemas, renderam $1,3 bilhões em benefícios entre 2006 – 2012.

Claro que esses dados não são atuais, mas mostram que a transformação digital na saúde mesmo lá em 2010, onde o digital ainda estava engatinhando, houve uma redução acentuada dos custos operacionais das instituições. Imagine atualmente, onde a tecnologia está mais avançada, o quanto a sua instituição não pode se beneficiar.

Quais tecnologias podem potencializar a transformação digital na saúde

O mercado está em constante evolução, ainda mais em um período em que a tecnologia é o ingrediente principal, tornando as coisas ainda mais voláteis.

O hype das inovações tecnológicas nos negócios gerou novos modelos de negócios com maior participação e influência digital, aceleração da transformação digital e um novo olhar para a saúde que está levando o setor a romper paradigmas e reinventar a maneira de prestar os serviços de saúde.

Essas são algumas das mudanças que estamos experimentando atualmente, a seguir você vai conferir as principais tendências tecnológicas para a área da saúde e os seus impactos.

Automação de processos

Os softwares de automação de processos como prontuários eletrônicos, agendas e controles de escalas e plantões e plataformas de gestão financeira são, sem dúvida, algumas das tecnologias com grande impacto no setor e trazem resultados relevantes. 

Porque o uso dessas tecnologias têm impacto direto na rotina das instituições de saúde, ajudando a otimizar as tarefas, reduzir os custos e elevar a eficiência da gestão.

Inteligência Artificial e Machine Learning

A inteligência artificial é uma tecnologia com muitas aplicações importantes para a área da saúde, como apoio ao diagnóstico de imagens, análise epidemiológica preditiva, inteligência de dados, robôs e aparelhos inteligentes e muito mais.

A tecnologia permite o aprendizado contínuo da máquina (Machine Learning) a partir da coleta de dados, cruzando informações para gerar insights. Assim, a partir desse material, as instituições conseguem ter mais assertividade para a tomada de decisões.

Leia também: Veja: diferença entre inteligência artificial e machine learning

Wearable Devices

O acompanhamento remoto dos pacientes, possibilitado por wearable devices, também é uma tendência. 

 A expectativa é que o uso desses aparelhos inteligentes, que permite o monitoramento remoto dos pacientes em tratamento, se amplie nos próximos anos. Como resultado, alguns dos maiores beneficiados serão os pacientes com doenças crônicas, por exemplo. 

Assim, tais equipamentos permitem que os profissionais de saúde possam acompanhar seus pacientes à distância, reduzindo a ocupação de leitos e diminuindo a necessidade de deslocamento, sendo extremamente relevante para pacientes idosos e pessoas com mobilidade reduzida. 

Big Data

O Big Data e Data Analytics também são tendências tecnológicas com grande aplicabilidade na saúde.

Leia: Big Data e saúde: a solução para mitigar erros e poupar vidas

O Big Data oferece a oportunidade de melhorar a precisão das ações na área médica, a partir da análise preditiva. 

Porque, o cruzamento das informações geram insights que proporcionam previsões importantes para a instituição em relação:

  • Aos custos
  • A necessidade de equipamentos/medicamentos
  • A prescrições clínicas
  • E a taxa de ocupação dos leitos

E, também, aumenta a precisão dos diagnósticos clínicos e laboratoriais, pois o cruzamento dos dados permite chegar a conclusões mais eficientes em relação ao estado do paciente, ainda nos estágios iniciais da doença.

Desse modo, esses dados podem ajudar na tomada de decisões, tornando-as mais assertivas, tanto em relação à gestão, quanto na prática médica.

Telemedicina

A telemedicina é uma nova modalidade de prestação de cuidados médicos, cujas consultas são feitas de forma remota. Dentre as suas formas de aplicação estão: a teleconsulta, o telemonitoramento e a teleinterconsulta. 

Essas três formas de atendimento passaram a ter o uso permitido durante a Covid-19 e logo mostraram-se ótimas alternativas para garantir a prestação de cuidados mesmo a distância, algo inédito até então. 

Assim, para os médicos e os gestores a prática tornou-se uma oportunidade de geração de receita, manutenção dos atendimentos e diminuição dos gargalos, das filas de espera e da ocupação de leitos.

Durante a pandemia, algumas ferramentas registraram mais de 5000 atendimentos realizados na plataforma em um único dia. Um número inimaginável para a realidade da maior parte das clínicas do país, concorda?

Então, a telemedicina pode ser um meio bastante atraente para otimizar o atendimento e levar a prática médica para regiões de difícil acesso ou com surtos de doenças.

Está pronto para realizar a transformação digital na saúde?

Certamente, o futuro da saúde será digital, isso é um fato! Mas ser digital não significa, de forma alguma, excluir o aspecto humano da prática médica. 

Pelo contrário, os avanços tecnológicos caminham cada vez mais na direção de levar conveniência para o trabalho dos profissionais de saúde e para o bem-estar e qualidade de atendimento dos pacientes.

Então, com tantos benefícios para os profissionais da saúde, pacientes e também para as instituições, resta a seguinte dúvida: por que ainda adiamos a transformação digital na Saúde?

Caso você ainda não tenha iniciado ou desistido de transformar o seu negócio por se sentir perdido, por falhar muitas vezes ou por aplicar as estratégias de transformação digital e não ter tido o retorno esperado, nós da RedFox podemos ajudá-lo neste processo.

Somos especialistas em inovação, transformação digital, negócios e tecnologia, ao longo de muitos anos nós ajudamos inúmeras organizações, tanto do segmento de saúde, quanto de outros segmentos a passarem por este processo e alcançarem resultados surpreendentes.

Nós temos o caminho, sabemos quais erros evitar, por onde começar e conseguimos encontrar soluções para quaisquer desafios do seu negócio, para que a transformação digital seja efetiva. Basta você entrar em contato conosco, e nós vamos colocar toda nossa expertise no seu negócio, você está preparado?

Como a RedFox pode ajudá-lo na transformação digital na saúde

A RedFox é uma consultoria que aprimora e potencializa projetos de inovação e projetos digitais. Além disso, acompanhamos a jornada de transformação digital e inovação dos nossos clientes. 

Também realizamos um assessment dos desafios enfrentados pela empresa e avaliamos o grau de maturidade do business. Assim, a partir daí co-desenvolvemos estratégias e iniciativas de inovação corporativa com tecnologias disruptivas para ajudar você a alcançar os objetivos estratégicos do seu business.

Então, podemos ajudar você a realizar a transformação digital na saúde por meio da/do:

  • Governança Digital: Ajudamos nossos clientes a definir o foco em suas iniciativas de inovação e ajudá-los a obter um melhor retorno sobre seus investimentos e projetos inovadores.
  • Experience: Na RedFox não falamos apenas sobre ótimos produtos ou experiências do cliente. Nós os co-criamos com nossos clientes.
  • Digital Delivery: Ajudamos as empresas em cada estágio do ciclo de desenvolvimento do produto. Desde a idealização com um protótipo, testando um novo produto ou serviço com um MVP, até encontrar um modelo de go-to-market do produto.
  • Hello Futuro Academy: Capacitação de profissionais e colaboradores em inovação, product discovery, liderança e gestão de squads ágeis.

Então, quer se preparar para as mudanças inevitáveis do futuro? Entre em contato conosco, podemos ajudar você a disruptar o seu negócio.

Quer a RedFox acelerando o crescimento da sua empresa?

conteúdos mais recentes

Keep Learning

Posts Relacionados

Stay tuned

Já pensou em receber nossos conteúdos no seu email?

Receba semanalmente conteúdos exclusivos sobre inovação, transformação digital e tecnologia.