logo.png

Tudo sobre inovação, transformação digital e mais um pouco

logo.png

Tudo sobre inovação, transformação digital e mais um pouco

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
experiência do cliente

Entenda como o metaverso vai mudar a experiência do cliente

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

O metaverso é a bola da vez, as expectativas acerca desse universo composto das mais variadas tecnologias, promete mudar completamente o mundo como o conhecemos. Isso representa uma grande oportunidade para as organizações que desejam aprimorar a experiência do cliente e aumentar a sua competitividade.

É notável como algumas organizações têm se empenhado em oferecer não apenas um produto/serviço que atenda as necessidades do consumidor, mas também em proporcionar uma experiência de compra agradável, da qual o cliente se lembre com prazer.

A estratégia é simples, uma experiência marcante, aumenta as chances do cliente se tornar fiel à marca e, até mesmo, defensor da mesma. Daí a importância de investir na experiência do cliente, pois ela também é decisiva para aumentar a receita do negócio.

E a chegada do metaverso, ainda que de forma incompleta, têm ajudado diversas organizações a levar a experiência do cliente para outro nível. Esse universo vai permitir que o cliente tenha suporte 24 horas por dia de forma imersiva, como se realmente estivesse frente a frente com uma pessoa.

Também permitirá que o cliente experimente produtos como roupas, acessórios, calçados, além de conseguir testar objetos, por exemplo, que tal fazer um teste drive sem sair de casa?

De fato, com a evolução das tecnologias que compõem o metaverso, as organizações terão infinitas possibilidades para encantar os seus clientes, tendo como limitação apenas a criatividade. 

No entanto, é importante entender que, talvez, estar no metaverso não será uma escolha para as organizações, se tudo ocorrer como os especialistas de diversas áreas apontam, as empresas deverão estar nesse universo, assim como devem estar no digital, se quiserem prosperarem, aumentar o market share e faturar mais.

Por que ficar de olho no metaverso

Veja alguns fatos que mostram porque as organizações devem começar a se preocupar com o metaverso:

  • Meta: investiu US$ 10 bilhões em tecnologias para o seu metaverso, somente em 2021. Os investimentos da holding incluem hardware VR, wearables AR e aplicativos sociais VR como o Horizon.
  • Epic Games: desenvolvedora de videogames e software, investiu US$ 1 bilhão em pesquisa e desenvolvimento do seu metaverso.
  • JP Morgan: tornou- se o primeiro banco a entrar no metaverso, abrindo um lounge no Decentraland, um dos lugares mais populares no metaverso.

Além das iniciativas dessas grandes empresas, uma pesquisa nos mostra que 22% da população global pagaria o preço para se socializar no metaverso. Também espera-se que 110,1 milhões de pessoas usem RA e 65,9 milhões de pessoas usem RV pelo menos uma vez ao mês até 2023.

A princípio, essas informações nos mostram que há um movimento em direção ao desenvolvimento e aceitação do metaverso, e acredito que conforme o aumento do conhecimento acerca desse universo, o medo das pessoas tenderá a diminuir e aumentar a porcentagem de pessoas interessadas no metaverso.

Portanto as organizações que querem estar um passo à frente e melhorar a experiência do cliente, devem ficar atentas aos avanços do metaverso para não perder oportunidades de negócios e acabar ficando para trás.


Leia também


3 maneiras do metaverso mudar a experiência do cliente

Customer experience

Como vimos brevemente no início, a experiência do cliente é fundamental para impulsionar o crescimento sustentável da marca, pois uma vez que a empresa consegue cativar os seus clientes, eles se tornam fiéis e embaixadores da marca, fortalecendo assim o branding.

Sem dúvida o metaverso vai criar inúmeras oportunidades de negócios e maneiras de se relacionar com o cliente. A seguir vou mostrar 3 maneiras pelas quais o metaverso poderá moldar a experiência do cliente, acompanhe.

Criar entretenimento

À primeira vista, uma característica bastante marcante do metaverso é a capacidade de criar experiências imersivas e permitir que milhões de pessoas, representadas por avatares digitais, coexistam e se envolvam em um único ambiente.

Por exemplo, em um show realizado pelo rapper americano Travis Scott no videogame Fortnite reuniu cerca de 27,7 milhões de participantes únicos, muito mais que um espaço para shows pode suportar, não é mesmo? Agora, imagine as oportunidades de monetização, merchandising e parcerias por trás desse evento.

Melhorar a experiência do cliente com gêmeos digitais

Um gêmeo digital é uma representação virtual de um objeto ou processo físico. Esse é o poder do metaverso, você consegue criar réplicas exatas de espaços, produtos, processos, etc.

Veja o case da casa italiana Gucci, ela criou o The Gucci Garden Experience na plataforma de jogos Roblox, com o intuito de impulsionar a experiência do cliente. Essa iniciativa foi uma experiência de moda digital, onde os visitantes puderam percorrer diferentes salas e experimentar várias linhas da Gucci dos últimos anos.

Assim, os visitantes entraram por uma saguão virtual na qual podiam ver, experimentar e comprar itens digitais da marca, como óculos, frascos de perfume, chapéus e bolsas. E como esses itens estavam disponíveis por um tempo limitado, o valor dos produtos digitais ultrapassou o valor dos mesmos produtos físicos. 

Uma bolsa Gucci, por exemplo, foi revendida por 350.000 Robux (moeda do jogo) ou cerca de US$ 4.115, enquanto que a bolsa física custa US$ 3.400. E detalhe, esta bolsa Roblox não é uma NFT, sendo assim, não tem valor e uso fora do Roblox, e também não pode ser transferida, não existe fora do jogo. Mas, mesmo assim vale mais do que a bolsa física!

No mundo dos jogos não é novidade equipar personas digitais, só que ainda assim é muito intrigante como as pessoas estão dispostas a pagar preços premium para adquirir bens virtuais, que nada mais são do que pixels.

Melhorar a experiência do cliente com atendimento e suporte Phygital

Em um mundo cada vez mais digitalizado e hiperconectado, sabemos que um suporte omnichannel é essencial para impulsionar a experiência do cliente. Assim, ao usar tecnologias como AR e VR, as organizações podem conseguir um atendimento não apenas omnichannel, mas também bastante rápido e eficiente.

Por exemplo, usando um headset VR as pessoas podem interagir 24 horas por dia, 7 dias por semana, com uma equipe de suporte representada por hologramas. Dessa forma, a equipe em holograma pode apresentar um catálogo digital interativo, tirar dúvidas sobre um produto ou serviço, fazer uma demonstração, dar orientações e assim por diante.

Como resultado, o cliente não precisa falar com um chatbot, esperar em filas demoradas, falar com URAs ou se comunicar por e-mail para resolver o seu problema. Sem dúvida, esse tipo de experiência imersiva no suporte pode elevar a experiência do cliente e somar pontos positivos à imagem da marca.


Leia mais

Inovações tecnológicas com foco no cliente – Saiba mais!


Implicações do metaverso para as marcas

Apesar das oportunidades e das grandes expectativas acerca do metaverso, é preciso ainda que algumas áreas sejam plenamente desenvolvidas e amadurecidas para permitir que o metaverso funcione em seu potencial máximo. Por isso, é indicado que as organizações tenham um grau elevado de maturidade digital e uma cultura de inovação sólida.

Além disso, outras questões também deve ser abordadas, como:

  • Estratégia: Qual é a minha estratégia e abordagem para a criação da experiência do cliente no metaverso?
  • Experiência do cliente: Que tipo de interações posso criar no metaverso, por exemplo, jogar, conhecer, socializar etc.?
  • Dados e insights: Quais insights devo coletar para continuar lapidando a experiência do cliente?
  • Mercado: Como criar oportunidade de cross e up selling?
  • Direito autoral: É necessário registrar a marca e/ou proteção intelectual virtual para o meu produto digital?
  • Governança: Como posso gerir as experiências no metaverso? O que é adequado e quem toma decisão?
  • Parcerias: Quais parceiros devo buscar?

Todas essas questões devem ser discutidas com o máximo de detalhes para prever todos os passos necessários e antecipar possíveis desafios na implementação da experiência do cliente no metaverso. Também é importante contar com parceiros especialistas em inovação e tecnologia para dar um direcionamento mais assertivo a todas essas questões, portanto, conte a gente!

A RedFox é uma consultoria que aprimora e potencializa os projetos de inovação e projetos digitais. Também acompanhamos a jornada de transformação digital e inovação dos nossos clientes. Realizamos um assessment dos desafios enfrentados pela empresa, avaliamos o grau de maturidade e a partir daí, co-desenvolvemos estratégias e iniciativas de inovação corporativa e tecnologias disruptivas que ajude a alcançar os objetivos estratégicos do seu negócio.

Como podemos acelerar a sua empresa?

  • Governança Digital: Ajudamos nossos clientes a definir o foco em suas iniciativas de inovação e ajudá-los a obter um melhor retorno sobre seus investimentos e projetos inovadores.
  • Experience: Na RedFox não falamos apenas sobre ótimos produtos ou experiências do cliente. Nós os co-criamos com nossos clientes.
  • Digital Delivery: Ajudamos as empresas em cada estágio do ciclo de desenvolvimento do produto: desde a idealização com um protótipo, testando um novo produto ou serviço com um MVP, até encontrar um modelo de go-to-market do produto.

Entre em contato com a gente agora mesmo e agende uma reunião.

Quer a RedFox acelerando o crescimento da sua empresa?

Stay tuned

Já pensou em receber nossos conteúdos no seu email?

Receba semanalmente conteúdos exclusivos sobre inovação, transformação digital e tecnologia.

1