fbpx
logo-redfox-digital
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
telessaúde

Telessaúde: 5 coisas que você precisa saber clique e confira

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

A telessaúde é uma tecnologia necessária para melhorar a eficiência do setor da saúde e proporcionar maior comodidade para os pacientes, até mesmo em situações críticas.

Por exemplo, essa tecnologia na saúde pode exercer um papel fundamental até mesmo em casos em que a vida do paciente está em risco.

Pois, os médicos podem realizar os primeiros socorros a distância, via videoconferência, com a ajuda de um voluntário que esteja no local até a chegada do resgate.

Obviamente, existem uma série de desafios que precisam ser solucionados para que a telemedicina se torne possível e segura, como a conexão com a internet, interoperabilidade, treinamento do corpo clínico, regulamentações, sistemas legados, etc.

Mas, ao que tudo indica, estamos caminhando para que a telessaúde seja uma prática amplamente difundida no setor. Segundo uma pesquisa do G2 Learning Hub, a telemedicina cresceu cerca de 372%, de março de 2020 até setembro de 2021

Certamente, esse aumento absurdo foi um reflexo da dura quarentena imposta à população brasileira, a fim de conter a Covid-19. Contudo, outros dados mostram que o uso dessa tecnologia na saúde continua ascendente mesmo após a flexibilização das medidas sanitárias. 

Os dados revelam que desde abril de 2021 até o momento, já foram realizadas mais de 2,8 milhões de consultas por videoconferência. 

E não para por aí, segundo o relatório da Mordor Intelligence, o mercado de telemedicina está em expansão. Atualmente com US$ 38 bilhões, a estimativa é que o mercado de telessaúde cresça para US$ 168 bilhões até 2026.

Essas pesquisas evidenciam que a saúde digital é uma tendência para o setor, e pode disruptar o modus operandi das instituições devido às suas diversas aplicações.

Agora cabe aos executivos decidir se vão aproveitar esta oportunidade ou perder competitividade para as instituições que estão investindo em telemedicina.

05 cuidados ao implementar a telessaúde

A telessaúde está abrindo caminhos para um sistema de saúde mais integrado, ágil e sem barreiras geográficas. 

Leia mais: E-saúde: o futuro do setor será digital entenda porquê

Mas, para que a saúde digital seja possível, é necessário que as instituições façam as mudanças necessárias e, além disso, que o governo dê o devido suporte para viabilizar a adoção dessa tecnologia na saúde.

A seguir, vou listar alguns cuidados que devem ser tomados ao implementar telemedicina na sua instituição, acompanhe.

Interoperabilidade

Antes de adotar a telessaúde, é preciso que o gestor de saúde se atente à interoperabilidade entre diferentes plataformas. Porque, é a interoperabilidade que permitirá a troca de dados entre diferentes ferramentas utilizadas para armazenar as informações dos pacientes.

Legislação para telessaúde

Como a telessaúde é uma prática relativamente nova, apesar de já existir a uma década, é importante ficar de olho na legislação que delimita os parâmetros éticos, técnicos e legais de uso da telemedicina no setor, que entrou em vigor em 04/05/2022.

Você pode conferir a Resolução n.º 2.314/2022, que regulamenta a telemedicina aqui.

Acesso à internet

telemedicina

Atualmente a média da população brasileira sem acesso à internet é de 18,4% segundo a Cetic, Centro Regional de Estudos para o Desenvolvimento da Sociedade da Informação. A porcentagem da população sem internet por região ficam assim:

  • Sudeste com 16,2%
  • Nordeste com 22,5%
  • Sul com 17,1%
  • Norte com 20,4%
  • Centro-oeste com 17,1%.

O que impede as instituições de oferecer cuidados básicos 100% digitais, e prestar atendimentos presenciais apenas para cuidados emergenciais/urgentes ou com horário previamente agendado, seja para algum exame ou cirurgia.

Leia mais: Hospitais do futuro: confira 5 novidades para o setor

Treinamento do corpo clínico

A princípio, quando se trata do setor da saúde, sabemos que todo cuidado é pouco. Portanto, quando falamos em telessaúde não é só disponibilizar um computador para o médico, investir em um bom sistema de videoconferência e voilà, o profissional está pronto para o atendimento.

Embora investir em uma boa ferramenta de comunicação e disponibilizar o equipamento adequado para o profissional realizar o atendimento seja um passo importante, ainda é preciso treiná-lo para:

  • Conseguir se comunicar com clareza no digital
  • Conscientizar sobre a importância de não se atrasar para as consultas virtuais
  • Realizar a prescrição eletrônica
  • Padronizar a conduta dos profissionais no atendimento virtual

Leia também: O que é gestão hospitalar? veja as principais funções da gestão

Sistema legados

Pouco a pouco a instituição deverá substituir sistemas defasados por sistemas mais modernos para que a telessaúde consiga atingir o seu máximo potencial.

Este ponto conversa muito bem com a interoperabilidade, pois alguns sistemas antigos não permitem a integração de outras ferramentas, tornando todo o sistema limitado.

Em resumo, se você prestar atenção a todos esses pontos e, acima de tudo, olhar com atenção para as necessidades da sua instituição, a implementação da telemedicina será mais assertiva e com grande chance de trazer resultados financeiros significativos.

Leia mais: Transformação digital na Saúde: saiba como funciona

E como nós somos especialistas em negócios, tecnologia, inovação e transformação digital, você pode contar com a gente para realizar essas mudanças na sua instituição de saúde.

Nós somos responsáveis pela transformação de muitos negócios, e podemos transformar o seu também, torná-lo mais competitivo, lucrativo, sustentável e preparado para o futuro, entre em contato com a gente, vamos agendar uma reunião.

Como a Redfox te ajuda a implementar a telessaúde

A RedFox é uma consultoria que aprimora e potencializa projetos de inovação e projetos digitais. Além disso, acompanhamos a jornada de transformação digital e inovação dos nossos clientes. 

Também realizamos um assessment dos desafios enfrentados pela empresa e avaliamos o grau de maturidade do business. Assim, a partir daí co-desenvolvemos estratégias e iniciativas de inovação corporativa com tecnologias disruptivas para ajudar você a alcançar os objetivos estratégicos do seu business.

Nós podemos ajudar você da seguinte forma:

  • Governança Digital: Ajudamos nossos clientes a definir o foco em suas iniciativas de inovação e ajudá-los a obter um melhor retorno sobre seus investimentos e projetos inovadores.
  • Experience: Na RedFox não falamos apenas sobre ótimos produtos ou experiências do cliente. Nós os co-criamos com nossos clientes.
  • Digital Delivery: Ajudamos as empresas em cada estágio do ciclo de desenvolvimento do produto. Desde a idealização com um protótipo, testando um novo produto ou serviço com um MVP, até encontrar um modelo de go-to-market do produto.
  • Hello Futuro Academy: Capacitação de profissionais e colaboradores em inovação, product discovery, liderança e gestão de squads ágeis.

Então, quer que a gente te ajude com a implementação da telessaúde na sua instituição? Se sim, entre em contato conosco para conversarmos.

Quer a RedFox acelerando o crescimento da sua empresa?

conteúdos mais recentes

Keep Learning

Posts Relacionados

Stay tuned

Já pensou em receber nossos conteúdos no seu email?

Receba semanalmente conteúdos exclusivos sobre inovação, transformação digital e tecnologia.