Prontuário eletrônico e outras tecnologias para a gestão de clínicas e hospitais

Soluções como prontuário eletrônico e softwares de gestão de escala são alguns recursos disponíveis para automatizar processos. Porém, não basta simplesmente digitalizar a operação para atender uma tendência de mercado.

Cada modelo de gestão tem gargalos específicos. Por isso, o primeiro passo é identificá-los para, então, buscar as ferramentas que podem ajudar sua instituição.

Quer conhecer as principais tendências para gestão de clínicas e hospitais? Descubra a seguir como o prontuário eletrônico e outras soluções podem beneficiar o trabalho da sua equipe!

Prontuário eletrônico

O prontuário eletrônico do paciente, também conhecido como PEP, é uma ferramenta de armazenamento e controle dos dados dos pacientes, reunindo-os em um único lugar.

A ferramenta permite ao médico acessar e registrar digitalmente resultados e laudos de exames, anamneses, prescrições de remédios, entre outros. Isso favorece a qualidade dos serviços, pois dá mais praticidade ao acesso dos dados em consultas e exames.

Inclusive, o prontuário eletrônico pode ser acessado de qualquer lugar, sem deixar de lado a segurança e a privacidade no manuseio das informações.

De forma geral, o PEP contribui para diminuir erros, otimizar recursos e aperfeiçoar o atendimento. Até porque mesmo os médicos de outras instituições também conseguem ver o histórico do paciente. Basta ter a permissão de acesso aos dados.

Computação em nuvem

A computação em nuvem está presente de várias formas na gestão hospitalar. No prontuário eletrônico, por exemplo, esse tipo de sistema leva agilidade, praticidade e segurança ao armazenamento de informações.

É por meio da nuvem que médicos e gestores conseguem acessar dados à distância. As informações ficam compartilhadas somente entre os profissionais que têm permissão de acesso.

Além disso, a capacidade de armazenamento pode ser estendida conforme a necessidade. Isso permite que as informações hospitalares fiquem organizadas em um único ambiente digital.

Vale ressaltar ainda que a computação em nuvem gera mais economia do que manter servidores internos, bancos de dados e outras ferramentas de armazenamento na instituição.

Big Data

O big data é uma solução que permite cruzar informações para gerar insights e relatórios valiosos. Na área da saúde, a estratégia favorece a geração de diagnósticos mais precisos e ajuda a acompanhar a saúde dos pacientes.

Para a gestão, também ajuda a identificar formas de redução de custos, comparar a eficiência de equipamentos, encontrar erros nos processos, entre outras ações.

Bulário on-line

Assim como o prontuário eletrônico, existe um espaço digital para consultar bulas e remédios. O bulário on-line facilita a prescrição de receitas e o abastecimento de medicamentos na instituição.

Com isso, os médicos e gestores conseguem identificar os remédios mais adequados para os pacientes. A Anvisa oferece o serviço gratuitamente.

Telemedicina

A telemedicina está em alta nas tendências para a área da saúde, já que permite o atendimento de pacientes à distância. No Brasil, porém, ela ainda está em fase inicial, já que a regulamentação ainda está em discussão.

Entre os benefícios, a telemedicina consegue levar assistência a pessoas que moram em lugares de dificil acesso. Já na gestão de saúde, permite gerenciar as agendas médicas mais eficientes e produtivas.

O atendimento na telemedicina pode ser feito por videoconferências, teleconsultas e até com realização de cirurgias por robôs. Pela ampla opção de serviços, o modelo de atendimento ainda gera polêmicas, mas só tem a somar aos serviços de clínicas e hospitais.

Softwares de gestão

Os softwares de gestão ajudam a equipe administrativa a organizar as estratégias da instituição, como o melhor controle de buracos nas escalas e agendas médicas.

Existem vários tipos de software disponíveis para aprimorar a gestão hospitalar, como ERPs e sistemas para gestão de escalas. Eles trazem eficiência operacional e ajudam a reduzir custos, resolvendo os principais problemas e gargalos administrativos.

Essas são as principais tecnologias disponíveis para a gestão de clínicas e hospitais. Do prontuário eletrônico aos softwares personalizados, a sua instituição encontra oportunidades para aperfeiçoar processos e aumentar a qualidade dos serviços assistenciais.

Na RedFox, estudamos o seu caso e ajudamos a desenvolver as melhores soluções para a sua instituição médica. Confira por que somos a escolha ideal para o seu processo de disrupção e transformação digital!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *