Gestão baseada em dados é essencial na transformação digital

O Big Data e o Analytics chegaram para mudar a maneira como gestores lidam com dados. Se antes as empresas adotavam decisões estratégicas baseadas em insights e percepções de mercado, hoje fazer uma gestão baseada em dados é indispensável. No entanto, essa nova forma de gestão é, acima de tudo, um desafio para empresas ainda reféns de práticas analógicas.

A gestão baseada em dados mostra a necessidade de se tomar decisões com base em dados concretos e de maneira inteligente. Com informações precisas e atualizadas, é possível estabelecer estratégias mais assertivas para se manter fortalecido em um mercado altamente competitivo. 

Uma das principais dificuldades que gestores encontram nos dias de hoje é desenvolver soluções, produtos ou serviços inovadores antes da concorrência. Para impactar de maneira ágil e eficiente os consumidores, é preciso entender o que eles pensam e desejam. Portanto, uma das maneiras mais interessantes de se mapear as dores e os sonhos do seu cliente é utilizar informações concretas e dados para analisar seu comportamento. 

Gestão baseada em dados é mais ágil

Uma gestão baseada em dados é aquela que tem como princípio a grande quantidade de informações que circulam pela instituição diariamente. Os dados podem surgir de fontes diversas, tanto internas quanto externas, tais como:

  • Perfis dos clientes;
  • Análise de mercado;
  • Mapeamento da concorrência;
  • Orçamentos;
  • Informações demográficas em redes sociais.

Conduzir uma gestão baseada em dados concretos é um passo muito importante para tomar decisões inteligentes, que garantam o sucesso financeiro da sua empresa. A demora para uma tomada de decisão pode significar diversos riscos, como a perda de negócios. O mercado atual, acima de tudo, muda constantemente. 

Tomar decisões rápidas faz parte da rotina dos gestores. No entanto, é preciso ter certeza que o caminho adotado é o mais acertado antes de fazer essa deliberação, de modo a não colocar a empresa em risco. 

O uso da gestão baseada em dados impactou diretamente essas decisões. Com um fluxo de informações que ajuda na reflexão e considerações a serem feitas à disposição dos líderes, as chances de erros são consideravelmente minimizadas. As considerações, aliás, podem ser feitas de uma maneira mais realista. O confronto e a análise de dados ajudam no entendimento do cenário ao qual sua empresa está inserida.

Análise de mercado

Os gestores sabem que as empresas costumam ter ciclos de negócios. Por exemplo, existem épocas em que as vendas são melhores. Bem como existem períodos em que o comercial costuma apresentar resultados mais modestos. Também é possível entender que clientes que compram um produto X tendem a se interessar pelo produto Y. 

Com a gestão com base em dados, essas informações não precisam mais constar como meras impressões dos gestores. Os dados podem ser observados através de um CRM (Customer Relationship Management), um sistema para gerir o relacionamento com os clientes.

Ao se levantar tais informações, algumas decisões importantes podem ser tomadas. Dentre as quais, podemos destacar o direcionamento do volume de compras de determinado item, a contratação de mais vendedores em períodos de alta, etc.

Benefícios

A redução de custos é uma das consequências em se adotar uma gestão baseada em dados. Quando uma decisão errada é tomada, é necessário fazer um retrabalho, o que gera um custo muito alto e um desperdício de toda a força produtiva da empresa. Dentre as perdas que se pode destacar, está a de oportunidade de negócios. 

Se amparando em dados, não se perde mais tempo corrigindo ações que deram errado, o que reduz os desperdícios e os custos na manutenção da instituição.

Outro ponto importante a ser destacado é que a gestão com base em dados otimiza os processos, uma vez que você terá à sua disposição ferramentas de gestão automatizadas. A automação de processos exclui da rotina de trabalho ações analógicas, como conferir blocos de pedidos para decidir o que será comprado ou produzido para o próximo mês, por exemplo.

Entender os dados permite fazer não só um bom planejamento estratégico, como uma melhor percepção de mercado. Com a análise de dados, é possível se antecipar à concorrência e não se tornar refém de mudanças inesperadas de mercado. Com os dados disponíveis, sua empresa poderá ficar de olho nas novas tendências mercadológicas.

Todas essas informações são úteis para instituições que, essencialmente, tenham passado por um processo de transformação digital. Utilizar uma gestão baseada em dados sem promover uma mudança interna com base na cultura de inovação pode ser um tiro no pé. 

A cultura de inovação, bem como as metodologias ágeis, são alguns dos pilares da transformação digital. Aliadas das informações obtidas através dos dados, tais metodologias permitem que os times alavanquem a produção de soluções inovadoras. 

Neste artigo, você pôde perceber que dados são só um pilar da transformação digital. Para entender melhor sobre como liderar esse processo, que inclui outros entendimentos (automação de processos, metodologias ágeis, cultura de inovação, etc.), selecionamos um material completo para você. Baixe agora mesmo nosso e-book e entenda como a transformação digital pode trazer benefícios incontáveis para o seu negócio.

Está gostando deste conteúdo? Compartilhe!

Share on facebook
Facebook
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp
Keep Learning

Posts Relacionados