Como a inteligência artificial ajuda a combater o coronavírus?

Vamos aos fatos: o setor de tecnologia pode até ter sido fortemente afetado pela onda do coronavírus que assolou o mundo — diversos eventos foram cancelados, como o HIMSS 2020, que ganhou uma edição virtual — mas também é um importante aliado ao combate e contenção da pandemia.

Essa crise internacional é uma oportunidade de ressaltar o valor da inteligência artificial, que tem um vasto potencial para a área da saúde. A IA vem sendo usada como forma de ajudar a rastrear, diagnosticar e enfrentar a nova doença.

Vamos ver como isso tem sido feito?

Rastreando a expansão do coronavírus

Logo que os primeiros casos surgiram, algumas empresas começaram a se mover para rastrear a contaminação do coronavírus entre as pessoas. Soluções com foco em IA foram desenvolvidas e até adaptadas no objetivo dessa missão.

É o que fez a empresa americana Metabiota, por exemplo. A companhia usou uma de suas soluções, o Epidemic Tracker, para rastrear e monitorar o surto inicial do coronavírus, acompanhando o avanço entre os países. A plataforma apresenta estatísticas sobre mais de 120 doenças.

Tela do Epidemic Tracker mostra os países com casos confirmados de coronavírus

Já a BlueDot conseguiu prever os riscos de surto a partir da inteligência artificial dias antes do anúncio oficial, notificando seus clientes sobre a ameaça antes do pronunciamento do Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC). Tecnologias similares agora são utilizadas para monitorar conteúdos públicos e de redes sociais para acompanhar sinais do espalhamento do vírus.

Aplicações de IA para diagnóstico

No que diz respeito aos diagnósticos, muitos hospitais na China já utilizam inteligência artificial para identificar pacientes contaminados no intuito de contar o coronavírus. O que mais surpreende é a velocidade com que os algoritmos foram treinados.

A gigante de tecnologia Alibaba aceitou esse desafio e criou um algoritmo treinado em apenas duas semanas. Foram usados dados de 5 mil casos confirmados. A solução surpreende com 96% de assertividade, sendo capaz de distinguir outras doenças respiratórias.

O legal é que o processo leva apenas cerca de 20 segundos analisar as imagens de tomografia. Já os médicos precisam de aproximadamente 20 minutos para a tarefa, sendo que eles ainda têm menor assertividade.

Imagens analisadas pelo algoritmo do Alibaba *Fonte: The Next Web

Cada vez, o mercado chinês de tecnologia desenvolve sistemas com IA para processar imagens de TC na identificação do Covid-19. Outras empresas que têm soluções com essa capacidade são a Ping An Insurance Group, que consegue taxas de 90% de assertividade, e a Infervision, com uma aplicação de IA que ajuda a medir os volumes, formas e densidades dos pulmões analisados.

Um caminho para o tratamento adequado

No tratamento, a tecnologia de IA tem ajudado a descobrir medicamentos capazes de auxiliar nos esforços de cura. O processo envolve encontrar moléculas novas que possam tratar doenças relacionadas à pneumonia ou buscar medicamentos já aprovados que funcionem contra o vírus.

À parte das pesquisas, a inteligência artificial também é aplicada nos esforços contra o coronavírus por meio de robôs inteligentes. Na China, eles já são usados de duas formas. Enquanto pods desinfetam quartos com luzes ultravioletas que matam vírus e bactérias, drones são usados em zonas de risco para monitorar se as pessoas violam regras de quarentena.

E outras soluções tecnológicas também se destacam na luta contra o coronavírus. No Brasil, o SUS lançou o aplicativo “Coronavírus — SUS” (disponível na Google Play e na Apple Store), que traz informações verídicas e em tempo real sobre a doença, bem como sintomas, prevenção e unidades mais próximas da rede.  O app ainda traz um formulário para avaliar os riscos de infecção.O setor de tecnologia tem, assim, um vasto potencial para ajudar a tornar o mundo mais saudável. É essa capacidade da tecnologia que move a nossa paixão aqui na RedFox por transformação digital, levando nosso time a desenvolver soluções e algoritmos inteligentes também capazes de detectar e rastrear doenças!

Gostou do nosso conteúdo?

Não perca nenhum artigo!

Cadastre seu e-mail e receba todo o nosso conteúdo.

Mais conteúdo para você