Entenda como a transformação digital revoluciona a administração hospitalar

Desde o aumento de qualidade no atendimento até o melhor aproveitamento de recursos e pessoal, as soluções digitais são ferramentas estratégicas para evoluir a gestão das instituições de saúde. A transformação digital na administração hospitalar deve ser pauta prioritária para gestores de saúde.

A transformação digital se tornou a base para os processos de qualquer empresa e a administração hospitalar também tem muito a ganhar com as aplicação de tecnologias.

No Brasil, muitos pacientes sofrem com atendimentos precários e a falta de planejamento de hospitais, bem como carência de medicamentos e aparelhos. Esse problema estrutural faz parte dos desafios que os setores administrativos tanto lutam para corrigir.

O papel da transformação digital nesse cenário é trazer as ferramentas necessárias para evoluir a qualidade dos serviços, influenciando em todos os setores hospitalares. A revolução dos processos de gestão tem impacto direto na instituição como unidade, pois é o setor administrativo que cuida dos demais processos.

Entenda a seguir como a transformação digital revoluciona a administração hospitalar e quais são os desafios que a evolução tecnológica ajuda a superar!

A transformação digital na saúde

Apesar do que pode parecer, transformação digital não é apenas trazer tecnologia para os negócios. É, na verdade, uma jornada de mudança complexa, que engloba a organização como um todo, desde a estratégia da empresa, a cultura organizacional, os colaboradores e processos.

Essa mudança é impulsionada pelo ritmo crescente da adoção de tecnologia no mundo, que afeta a forma como nos relacionamos, vivemos e consumimos. Trata-se, portanto, de uma mudança estrutural na sociedade como um todo, que cria a necessidade das empresas se adaptarem a este novo cenário.

A área da saúde também tem sido fortemente impactada por estas mudanças. Afinal, os pacientes hoje já são digitais e procuram por soluções digitais para suas dores.

Dessa forma, hospitais com modelos de gestão ainda analógicos, com processos pouco eficientes, ficam para trás na corrida pela fidelização de seus pacientes.

Assim, a transformação digital já se tornou também uma mudança obrigatória para a área da saúde.

Mas o que queremos dizer quando falamos que a transformação digital revoluciona a administração hospitalar?

Bom, os benefícios vão desde a diminuição de gastos, melhor planejamento estratégico, descoberta de novas fontes de receita e oportunidades de negócios, maior produtividade dos trabalhadores e mais satisfação dos pacientes. Quando bem organizada, pode ser o caminho para o enfrentamento das principais dores das organizações.

O caminho para a Transformação Digital na administração hospitalar

Como vimos, a transformação digital hoje, para todos os setores, já é o novo business as usual. Não é mais uma opção para empresas que querem se diferenciar: é a única saída para continuar sobrevivendo.

Sabendo disso, muitos estabelecimentos de saúde já começaram a implementar mudanças, como a adoção de ferramentas de inteligência artificial. Mas ainda há um longo caminho a se percorrer, e muitos desafios para fazermos da saúde digital no Brasil uma realidade escalável.

Apesar de ser apenas uma etapa da transformação digital, muitas organizações de saúde se beneficiam da automação de processos manuais. As ferramentas digitais podem ser uma excelente saída para dores comuns nos hospitais, como as que listamos a seguir:

Redução de custos

O setor administrativo deve trabalhar em conjunto com as demais áreas para melhorar as necessidades e garantir o melhor aproveitamento dos recursos do hospital. Trabalhar com planilhas e sistemas ultrapassados coloca empecilhos para acompanhar as informações devidamente, o que justifica uma evolução do processo de transformação digital na saúde.

Alguns problemas que sistemas e softwares podem resolver são a má administração dos medicamentos e a falta de controle dos equipamentos. Enquanto muitos medicamentos são desperdiçados nas instituições hospitalares, equipamentos antigos e com problemas geram altos custos de manutenção. Uma melhor administração de informações como essas pode ajudar a reduzir os custos internos.

Evolução da qualidade de serviço

O atendimento em um hospital é a atividade central da instituição, já que é o médico que precisa tratar o paciente. Contudo, para que ele consiga realizar um trabalho de qualidade, precisa de uma série de ferramentas de apoio.

Acompanhar o fornecimento de equipamentos e tecnologias é responsabilidade da equipe administrativa. A gestão de escalas também se encaixa no desafio de melhorar a qualidade de atendimento, já que é fundamental garantir a presença dos profissionais nas consultas e exames.

Graças à transformação digital, hoje é possível encontrar soluções preparadas para ajudar no acompanhamento e controle das informações que elevam a qualidade dos atendimentos.

Integração de setores

Cada setor tem impacto em outras áreas da instituição e, assim como empresas podem se unir em projetos para o mercado, os setores internos também precisam trabalhar em conjunto. A integração das informações ajuda a acelerar o atendimento, desde a recepção até a realização de exames, e a transformação digital traz as soluções que alimentam os dados em um sistema integrado.

Existem plataformas próprias para criar um modelo de administração hospitalar bem alinhado, acompanhando os dados de entrada e saída de materiais, prontuários eletrônicos, exames e muito mais. Algumas tarefas, no entanto, são mais bem acompanhadas por um sistema específico, como a gestão de escalas.

Gestão de escalas

A gestão de escalas é um grande desafio nos hospitais e demais instituições de saúde.  Cada profissional tem a sua importância dentro das escalas de horários e preencher os plantões não é uma tarefa fácil.

Trabalhar com pessoas é um grande desafio, porque sempre podem ocorrer imprevistos. Os sistemas de gestão de escalas são uma das revoluções que a transformação digital trouxe para a administração hospitalar.

Além de facilitar a tarefa de remanejamento dos horários, eles permitem que os próprios profissionais tenham melhor controle das escalas pessoais. Assim, a administração hospitalar preenche os buracos tão comuns nos atendimentos e pode deslocar parte dos esforços para outras atividades.

Na RedFox, um exemplo sólido desse tipo de plataforma é o GoShift. O software traz várias funcionalidades para a gestão de escala, como alertas de oportunidades, sincronia entre calendários pessoais e profissionais dos médicos, panorama completo das escalas etc.

Agora que você já sabe como a transformação digital revoluciona a administração hospitalar, confira também quais são os entraves da transformação digital na saúde!

Siga a RedFox nas redes sociais para receber mais conteúdos relevantes sobre transformação digital e tecnologia:

FacebookInstagramLinkedIn

Está gostando deste conteúdo? Compartilhe!

Share on facebook
Facebook
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp
Keep Learning

Posts Relacionados