A importância da visão de negócios para uma boa gestão de tecnologia

Vejo as startups de tecnologia como organizações de alta capacidade de transformação da vida da sociedade e seu ambiente. Elas podem resolver problemas complexos através de soluções digitais disruptivas, mas precisam de uma visão de negócios para direcionar os objetivos e correta aplicações de recursos.

Estou falando de um elemento-chave para uma real efetividade das soluções. Tal visão complementa a parte técnica da tecnologia, que garante que a solução esteja relacionada a uma demanda com escalabilidade (volume). E claro, traga retorno financeiro para o acionista.

Temos visto no mercado várias ideias/iniciativas de startup que iniciam seu desenvolvimento sem elaborar um plano de negócios mínimo que valide o modelo conceitual. No final, elas não se sustentam e perdem toda a aplicação de recursos e investimentos efetuados.

Isso ocorre porque falta a visão de negócios. Há vários pontos que devem ser avaliados para desenvolvê-la, mas quero ressaltar três que considero essenciais.

Alinhamento das necessidades 

Nós da RedFox temos estruturado um processo de ideação na qual a solução somente entra no fluxo de desenvolvimento após várias etapas de confirmações quanto a aspectos de mercado, técnicos e financeiros. Além disso, procuramos estruturar o formato ideal da formalização de parcerias.

Utilizamos essa prática dentro da nossa empresa — que aplicamos durante anos em nossos clientes através das consultorias de gestão — refletindo um cenário de segurança e norte no qual vale a pena avançar e investir na solução. 

Assim, enxergo a capacidade de estruturar um modelo de negócio digital que realmente resolva um problema complexo — com foco nos fins — e que traga retorno financeiro como um grande diferencial no mercado de startups. 

Aplicação de metodologia adequada

Outro momento importante de ter a competência de visão de negócios — principalmente quando se entrega uma solução dentro de uma organização — é a capacidade de conduzir os projetos digitais no ritmo ágil e com qualidade da entrega conforme alinhado com o cliente (alcance de metas).

Na RedFox, temos um olhar sistêmico para o desenvolvimento da cultura digital. Esse olhar é o que nos orienta para realmente conseguirmos transferir valor ao cliente durante o projeto, conforme a maturidade digital da organização dele. 

Acreditamos que a transformação digital se consolida quando são aplicados, de forma integrada, os pilares de estratégia, pessoas, cliente, processos de inovação, tecnologia e data analytics. E para condução dos projetos, utilizamos como referência a Metodologia Ágil

Com essa visão da “cadeia de negócios digital”, conseguimos garantir o acompanhamento do retorno financeiro, alcance das metas SLAs e atendimento às especificações a todo momento.

Quando há resultados fora da meta/expectativa, conseguimos realizar de forma ágil um tratamento do cenário e elaboração de plano matador (ação na causa raiz) para voltarmos ao eixo do projeto.

A expertise da visão de negócios facilita a antecipação do problema e alinhamento com a alta liderança da organização de forma constante. Esse objetivo é alcançado pela valorização do foco nos fins e pelos ajustes ágeis dos meios para que a solução digital seja um sucesso.

Comunicação clara e transparente com o cliente

O último ponto que quero ressaltar sobre a visão de negócios é a capacidade de comunicação. Falar com o grande executivo no mesmo idioma facilita o entendimento do mercado e das necessidades do cliente. E precisamos estar abertos a escutar o que ele tem a dizer.

Na RedFox, nós conseguimos manter uma conversa de alto nível com grandes executivos para discutir problemas e soluções porque temos um glossário dessa visão de negócios para nortear os trabalhos.

Manter um alinhamento com a alta gestão das empresas no seu core de mercado dá mais segurança tanto na negociação como para conseguir atender à demanda real.

Expertise de mercado, metodologia e comunicação: esses são os três pontos que vejo como grandes destaques para buscar novas demandas no mercado de tecnologia. São os pilares que aplicamos na nossa estrutura de trabalho e na visão de negócios. Se você quer levar um modelo de transformação digital para as organizações, o meu conselho é realmente dar atenção a eles! 

*Artigo originalmente escrito para o Linkedin por Gabriel Nogueira.

1 Comment

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *